Polícia de Santa Catarina prende suspeito de matar prefeito de Aurelino Leal, em 2007 Gilberto Ramos de Andrade foi morto a tiros na BR 101

Na tarde desta terça-feira (2), por volta das 13h, a PM de Brusque/SC, prendeu um homem de 36 anos, suspeito de envolvimento da morte do então prefeito de Aurelino Leal (BA), em 2007. Ele estava morando no bairro Steffen. Os policiais intensificaram as rondas na região e conseguiram realizar a prisão do envolvido na rua Flávio Luz. Contra ele havia um mandado de prisão pelo crime de homicídio, expedido pelo Tribunal de Justiça da Bahia. O foragido foi preso e conduzido a Unidade Prisional Avançada ( UPA).

O então prefeito de Aurelino Leal, Gilberto Ramos de Andrade (filiado ao antigo PR), de 48 anos, foi baleado no peito. Gilberto foi surpreendido pelos criminosos em um trecho da BR-101, perto de um local chamado Fazenda Santa Cruz. A morte dele ocorreu no dia 5 de maio de 2007. Ele chegou a ser socorrido, mas faleceu antes mesmo de chegar ao hospital. O sogro da vítima, Joaquim Sanches, de 62 anos, que viajava no mesmo carro do prefeito, escapou ileso.

Na época, uma pessoa foi presa. As investigações concluíram que o mandante do assassinato foi José Augusto Neto, também ex-prefeito do município.

O vice-prefeito do governo Gilberto, Giovanni Lopes Gagliano, que assumiu o executivo do município após a morte do titular, também foi considerado suspeito de envolvimento no crime. Mas ele acabou sendo absolvido pela Justiça da Bahia. Em 2013 ele também foi assassinado, quando já estava fora do cargo. Ele morreu após ser atingido por sete tiros na porta de sua residência.

A identidade do preso em Santa Catarina não foi revelada.

Fonte: Portal da Cidade/Brusque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *