Projetos apoiados pelo Programa Aldir Blanc Bahia festejam o Dia de Reis online  Em Ituberá, será exibido o documentário “Folias e Devotos de Reis”

A tradição de Dia dos Reis é um marco no calendário de festas populares. Todo dia 06 de janeiro, começando ainda na véspera, é certeza de muita música, danças e expressões artísticas pelas ruas, com os reizados e ternos, manifestações comuns na Bahia, na capital e no interior do estado, que se associam à história da visita dos reis magos ao menino Jesus. O ano de 2021 será diferente, sem as típicas aglomerações que marcam os festejos. 
 
Projetos selecionados pelos Prêmios de Preservação dos Bens Culturais Populares e Identitárias da Bahia Emília Biancardi, com o apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal, transmitirão eventos online para comemorar a Festa de Reis dentro de casa.

ITUBERÁ

Nesta quarta-feira (6), será exibido o documentário “Folias e Devotos de Reis em Ituberá”, dirigido e produzido por Marcos Alexandre Coutinho Loureiro (Marcos Billy), nas páginas e perfis das redes sociais da prefeitura. O documentário contou com recursos da Lei Federal 14.017/2020, (Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc), por meio do Edital 01/2020 de 18 de novembro de 2020 – Edital Ituberá de Todas as Artes.

Programa Aldir Blanc Bahia – Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são, a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios. O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.

Por Secom/GovBA / Edição: Marcelo Dutra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *