VALENÇA: Projeto de restauração da sede da Câmara Municipal foi pauta de encontro com o IPAC Vereadores buscam alternativas de viabilizar a obra para reativar um dos prédios mais importantes da história de Valença

O presidente da Câmara Municipal de Valença, vereador Fabrício Lemos, esteve reunido nesta segunda (25/01) com o diretor do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), João Carlos Oliveira, em Salvador, na sede da instituição. A reunião contou ainda com a participação do vice presidente Helton Brandão e dos vereadores Isaías Nascto, Valdir Silvestre, Reginaldo Araújo e do diretor de Cultura de Valença, Gugui Martinez.

O projeto de restauração do prédio da Câmara de Vereadores foi a pauta do encontro. A requalificação necessita da autorização do IPAC para acontecer. O prédio já se encontra com o escoramento do lanternim, que foi umas das exigências do órgão. Os vereadores buscam alternativas de viabilizar a obra, para reativar um dos prédios mais importantes da história de Valença.

O diretor do IPAC se mostrou muito interessado em reunir esforços em prol da reforma do patrimônio, o qual é referência na região do Baixo Sul e cartão postal de Valença. João Carlos agendou uma visita presencial da equipe do IPAC ao prédio da Câmara para a próxima semana, objetivando um levantamento das necessidade de intervenção e adequação do pré projeto, inclusive com relação aos custos da obra. O IPAC acompanhará todo o processo e orientou os vereadores sobre os caminhos para viabilizar os recursos necessários.

Matriz do Sagrado Coração de Jesus também em pauta

Aproveitando a oportunidade, os representantes do legislativo valenciano colocaram em pauta a necessidade de restauração da Igreja da Matriz, que também apresenta problemas estruturais e é um patrimônio histórico e afetivo de Valença. O diretor do IPAC se comprometeu a visitar a Igreja para verificar a situação. A vistoria também ficou marcada para a próxima semana.

Edição: Vanessa Andrade

Fonte/fotos: Ascom Câmara Municipal de Valença

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *